Turquia emite mandado de prisão contra sauditas pela morte de Khashoggi

Segundo a promotoria de Istambul, dois altos funcionários supostamente ligados ao assassinato são próximos do príncipe herdeiro

Istambul – A Promotoria de Istambul emitiu nesta quarta-feira um mandado de prisão para os altos funcionários sauditas, Ahmed Asiri e Saud al Qahtani, pela suposta ligação com o assassinato do jornalista dissidente Jamal Khashoggi no consulado da Arábia Saudita, na cidade de Bósforo (Turquia), de acordo com informações da televisão pública turca “TRT”.

O mandado de prisão contra os dois altos funcionários, supostamente próximos ao príncipe herdeiro saudita, Mohammad bin Salman, diz que eles são dois dos responsáveis por planejar o assassinato, segundo a TRT. (Efe)