Tocantins participa da maior feira de Turismo da China

A China é o principal emissor de turistas pelo mundo. Em 2018, mais de 135 milhões chineses viajaram entre duas fronteiras, mas apenas 61,2 mil visitaram o Brasil. Atenta a esta lacuna e oportunidade de crescimento a Agência de Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc) tem promovido ações de aproximação visando a abertura deste mercado.

Presidente da Adetuc, Tom Lyra, participou na ITB “Dia do Turismo Tocantins na China”, evento que visa aproximação e também estreitar o relacionamento com o trade chinês para gerar negócios

Adetuc/Governo do Tocantins

Na última sexta-feira (17), em Xangai, o presidente da Adetuc, Tom Lyra, participou na ITB “Dia  do Turismo Tocantins na  China”, evento que visa aproximação e também estreitar o relacionamento com o trade chinês para gerar negócios.

Na oportunidade, a Adetuc realizou apresentação sobre o Destino Tocantins, voltada para os operadores e autoridades governamentais da China. A apresentação, além de ressaltar a amizade histórica entre os países, enfatizou destinos que o Tocantins oferece, em particular, segmentos de ecoturismo e cultura.

O “Dia  do  Turismo do Tocantins na China 2019 – Belo Tocantins: O charme dos Rios e grandes lagos”. Autoridades de 15 destinos da região e 32 profissionais chineses se reuniram com o  presidente da Adetuc para trocar experiências. O anfitrião do evento foi Zhu zhenduo, manager of  bussines attracyion department  internacional e Cooperação do Ministério da Cultura e Turismo da República Popular da China, e contou com a presença de empresários Tocantinenses.

O presidente da Adetuc , Tom Lyra , destaca que a agência reconhece a importância da China no setor de turismo, tanto que, em 2019 , o país foi incluído na lista de mercados considerados estratégicos para a promoção dos produtos e destinos turísticos brasileiros no exterior.

“O Governador Mauro Carlesse tem promovido ações para estimular a vinda de mais turistas chineses ao Tocantins , o que proporciona entrada de divisas e geração de empregos e renda . Recentemente foi ampliada para cinco anos a validade do visto para o turista chinês que deseja visitar o Brasil e o procedimento para solicitação do documento foi simplificado.” afirma.

Este ano, a Adetuc promoveu a  missão tocantinense voltada especificamente para  atrair o turista  da China para o  Tocantins com o fortalecimento de ações , para promoção de roteiros integrados. Jalapão, Cantão, Serras Gerais e  Grandes rios e lagos foram apresentados especialmente por ser  destinos que podem ser compartilhados entre os dois parceiros estratégicos e com grande potencial para o Ecoturismo e o Turismo de Natureza, segmentos que agradam o perfil do turista chinês.

Agora em  Maio,  o nosso interesse em levar o estande do Tocantins para a ITB Xangai, que é a maior feira de turismo do continente asiático, foi  com ideia de buscar esse  público para fechar negócios com as nossas  receptivas agências.

Estão sendo promovidos também roadshows em Dubai, Doha, Shanghai, Hong Kong, Pequim, com a presença de mais de 600 representantes de empresas do trade turístico chinês. Destinos e atrativos do Tocantins foram apresentados as empresas, operadores, emissivos, agências governamentais, agências de turismo e companhias aéreas chinesas. Além do Jalapão, outros destinos que também são demandados pelo público chinês, foram apresentados ao trade como é o caso do Vale dos grandes rios e lagos, conhecidos por oferecer atrativos com foco nos segmentos de Ecoturismo e Turismo de Aventura.

Também este ano, o presidente da Adetuc lançou o novo produto “Mercado para China”, com informações específicas do turismo tocantinense. O material foi desenvolvido pela Secretaria da Comunicação (Secom) com o intuito de aumentar a compreensão sobre os atrativos Tocantinenses para facilitar a atuação no mercado. Os vídeos, com as características gerais sobre os atrativos, está disponível em pen drive a todo o trade chinês

Segundo Lyra, a ideia do documento visa subsidiar o trade internacional com informações do Tocantins e vice e versa , para que as empresas  entendam as tendências e oportunidades daquele país e atendam às exigências dos turistas chineses.

Para ele, a participação na “Dia do Turismo do Tocantins na China” e todas as ações em andamento, como o trabalho com o trade chinês, a possibilidade de abertura de mais voos, estímulo ao público final com aumento na promoção e o avanço na aproximação, do governo do Estado e setor privado, entre Tocantins e China podem gerar grandes resultados para o turismo.

“A China é, desde 2009, o principal parceiro do Brasil no comércio exterior. A corrente de comércio alcançou US$ 74,8 bilhões no ano passado. Chegou a hora de também aprofundarmos nossos laços na indústria do turismo. A Adetuc vislumbra um grande potencial para que mais chineses conheçam o Tocantins e se encantem com nossa natureza, povo e cultura”, conclui.

Com informações Adetuc