Sobe para 2.045 o número de mortos em terremoto e tsunami na Indonésia

Cerca de 10 mil pessoas ficaram feridas, mais de 2 mil estão em estado grave e 82,7 mil estão sendo atendidos em centros de evacuados

Jacarta – O número de mortos em decorrência do terremoto de magnitude 7,5 e do posterior tsunami na ilha de Celebes, na Indonésia, no dia 28 de setembro subiu para 2.045, indicaram as autoridades nesta quarta-feira, um dia antes da suspensão das operações de busca e resgate, enquanto calcula-se que 5 mil pessoas continuam desaparecidas.

A Agência Nacional de Gestão de Desastres (BNPB, na sigla em indonésio) informou em entrevista coletiva que 1.636 pessoas morreram em Palu, a capital de Celebes Central; 222, em Sigi; 171, em Donggala; 15, em Parigi Moutong; e um em Pasangkayu.

As autoridades enterraram em valas comuns 969 mortos, enquanto 1.076 corpos foram entregues aos familiares das vítimas.

De acordo com os últimos dados, 10.679 pessoas ficaram feridas, dos quais 2.549 estão em estado grave, e 82.775 indonésios estão sendo atendidos em mais de 100 centros de evacuados.

O presidente da Indonésia, Joko Widodo, disse hoje durante a visita a um colégio islâmico em Jacarta que a distribuição de ajuda humanitária melhorou e que a maior parte do serviço de energia elétrica foi restabelecida, mas admitiu que ainda há deficiências, segundo a imprensa local.

Widodo afirmou que será necessário tempo para a vida voltar ao normal na região, destroçada pela magnitude do terremoto e do tsunami. (Efe)