Prefeitura e UNICEF dão início às ações da Semana do Bebê 2019 em Porto Nacional

Os parceiros, Prefeitura de Porto Nacional, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), a Casa Municipal dos Conselhos, e toda a Rede de Proteção de Crianças e Adolescentes do município, abriram oficialmente nessa segunda-feira, 20, a 9ª edição da Semana do Bebê 2019. As ações seguem até o dia 24.

Instituída no calendário oficial da cidade através da Lei 2029, de 7 de julho de 2011, a Semana do Bebê 2019 tem como tema “Primeira Infância Melhor”. Na programação, constam diversas atividades voltadas para gestantes, pais de crianças de 0 a 6 anos, profissionais de todas as áreas, e toda a comunidade portuense. As ações estão mobilizando todo o serviço público municipal.

Durante o evento houve apresentações culturais de balé, da Escola Municipal Divino Espírito Santo; um musical chamado “Duelo de Mágicos”, elaborado pela Secretaria da Educação, além da apresentação teatral “Todos por uma Melhor Infância”, organizada pelo CRAS União, do Setor Vila Nova.

Dando boas-vindas a todos os envolvidos na Semana, o prefeito Joaquim Maia ressaltou a importância da Semana como uma iniciativa orientadora sobre os cuidados com os filhos, desde a sua concepção.

“Estamos colocando à disposição de todos os cidadãos, a rede de proteção às crianças que o município tem, e que começa antes mesmo de nascerem. Vai desde os trabalhos de pré-parto realizados nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), como também a assistência social, e a educação”, concluiu o Prefeito.

A articuladora do Selo UNICEF no município e primeira-dama Aline Maia fez uma explanação de toda a programação do evento. “Esse é o terceiro ano que Porto Nacional promove mais uma importante mobilização em favor da primeira infância. Uma iniciativa que envolve, sobretudo, saúde, educação e assistência social”, destacou.

“O apoio precisa ser de toda sociedade. A primeira infância tem um papel de muita responsabilidade e deve ter sempre um incentivo nas execuções dos projetos”, observou Aline, alertando que o foco principal da Semana são as mães e gestantes inseridas em territórios de maior vulnerabilidade social.

A Semana

Ao longo da semana serão realizados encontros, blitze educativas, palestras e oficinas nas UBSs, Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs), escolas municipais e estaduais e nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS).

Em todas as ações estarão presentes especialistas, gestores públicos, famílias, adolescentes, gestantes, pais de crianças de 0 a 6 anos, profissionais, e toda a comunidade. Todos objetivando a melhoria na qualidade e nas condições de informação e educação na primeira infância.

Os temas das palestras são o aleitamento materno, obesidade infantil, abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes, educação infantil, escovação supervisionada, higiene corporal, todo o tipo de violência, inclusive a obstétrica, pré-natal, dente outras temáticas.

Educação

“Durante o mês de maio trabalhamos nas escolas municipais com as crianças, redações e desenhos com o tema “Direitos e Deveres das Crianças”. Essas práticas serão analisadas pela equipe da Secretaria Municipal de Educação, e as três melhores produções serão premiadas”, disse a secretária da Educação Shyrleide Maia.

Saúde

Para a secretária municipal de Saúde, Anna Crystina Brito, o empenho de toda a gestão no processo, prioriza o bem-estar e a qualidade de vida de todos. “No primeiro ano de vida, dados compilados por nossa pasta mostram que 2019 está sendo um ano mais delicado, e que precisamos dispensar uma atenção especial aos menores”, avaliou a secretária Ana Crystina.

Assistência Social

A secretária Municipal da Assistência Social, Verônica Fontoura falou sobre a importância em atender o público-alvo através das unidades do CRAS. “Estamos felizes com mais uma edição desse projeto tão importante. Nossa perspectiva é potencializar os vínculos familiares e garantir que todas as crianças e adolescentes tenham seus direitos garantidos”, informou a gestora.

Defensoria Pública

O evento contou ainda com uma importante palestra ministrada pela defensora pública da regional de Porto Nacional, kênia Martins que falou sobre a violência obstétrica.

O evento teve a apresentação da Banda Sinfônica Professora Eunice Maia, do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, do CRAS União.

O comandante do Tiro de Guerra 11005, sub-tenente Fábio Eduardo da Silva, acompanhado da tropa de soldados que estão servindo o Exército Brasileiro no município, bem como os veradores Salmon Pugas e Jean Carlos, também prestigiaram a solenidade.

Por Luciana Macedo, Secom Porto Nacional