Preço do gás pode passar de R$ 95 no Tocantins após aumento nas refinarias

O gás de cozinha ficou 3,4% mais caro nas refinarias neste domingo (5). Com isso, o preço do botijão de 13 quilos vendido pela Petrobras passou a custar R$ 26,20. Só que o consumidor final vai pagar bem mais. No Tocantins, a previsão é que o produto passe de R$ 95 a partir desta semana.

A nova alta do preço deixou os consumidores preocupados, principalmente quem depende do gás GLP para trabalhar. Esse é o caso da Cláudia Martins, que tem uma padaria e fica com os fornos ligados praticamente o dia todo.

A comerciante gasta dois botijões por dia, 14 por semana e mais de 40 por mês. Ela conta que já começou a calcular o gasto. “Por enquanto não está tendo como passar isso para o consumidor. A gente tem que tentar segurar o máximo que puder”, disse a comerciante Cláudia Martins.

O último reajuste anunciado pela Petrobras para o gás de cozinha havia sido em fevereiro, quando os preços subiram cerca de 1%. O aumento faz parte da politica de preços adotada pela Petrobras deste o ano passado. Os aumentos ocorrem trimestralmente para suavizar impactos da volatilidade no mercado externo sobre os valores domésticos.

“Esse aumento é feito nas refinarias, que repassam para as engarrafadoras. As engarrafadoras também repassam todos os seus custos, suas despesas, para o distribuidor. O distribuidor recebe com o preço bem mais alto e naturalmente irá repassar para o consumidor”, explicou o vice-presidente dos revendedores de gás do Tocantins, José Carlos Lima de Brito.

Com o valor nas alturas a dica para o consumidor é sempre de pesquisar pelo menor preço, mas sempre de olho na qualidade e na segurança do produto. “Todo gás que é vendido vem da Petrobras. Quando você vê um produto sendo vendido com uma diferença grande é preciso ter cuidado”, afirma.

Com informações TV Anhanguera