Porto Nacional e Natividade são as representantes tocantinenses no Seminário Internacional 

Porto Nacional e Natividade são as representantes tocantinenses no Seminário Internacional de Gestão do Patrimônio Histórico Cultural do Norte, que acontece em Belém (PA), até dia 7 de novembro. Promovido pelo Ministério da Cultura e Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN, o seminário conta com a participação das cidades históricas brasileiras tombadas e com palestrantes da Austrália, Portugal e Colômbia.

Presente ao seminário, o superintendente do IPHAN-TO, Marcos Zimmermann acredita ser essa grande oportunidade para se melhorar e enriquecer o patrimônio tocantinense. “Trouxemos na nossa bagagem, os centros históricos de Porto Nacional e Natividade, a capoeira, a música e o patrimônio imaterial do Tocantins, os saberes e fazeres da Boneca Carajás e queremos levar a preservação e a valorização de todos os patrimônios culturais, artísticos e históricos do nosso Estado” – assegura o superintendente regional do IPHAN.

Para  o secretário Municipal da Cultura de Porto Nacional, Arnaldo Bahia, que também participa das conferências e oficinas em Belém,   “É um grande desafio a gestão de patrimônios materiais e imateriais de um povo. Porto Nacional, município tombado pelo patrimônio nacional, trás a riqueza de sua história secular, aqui representada pela Catedral Nossa Senhora das Mercês, mas, nossa cultura engloba musicas, ritmos, danças, folclore ” – conclui o secretário da Cultura de Porto, Arnaldo Bahia, acrescentando que a perspectiva é de cuidar, preservar e enriquecer esses patrimônios.

 

 Sec. de Cultura e Turismo