Palmas: Cmei Pequeninos do Cerrado resgata brincadeiras e encanta crianças com o projeto Toy Story

Desde o início do ano letivo de 2018, a equipe do Cmei Pequeninos do Cerrado, na Arse 132, implementou o projeto Toy Story com o objetivo de resgatar brincadeiras tradicionais não tão comuns no dia a dia das crianças, em virtude de fatores como a atual disponibilidade de entretenimento eletrônico, por exemplo. Além de estimular estas atividades, muitas das quais requerem espaços ao ar livre para pleno exercício, o projeto também estimula os pequenos a fazer seu próprio brinquedo, a brincar com eles e, principalmente, a vivenciar a sua infância.

Segundo a educadora Michele Castro Neves, professora de duas das quatro turmas que participam do projeto, o mundo da criança difere do mundo adulto por conter o encanto da fantasia, do faz de conta, do sonhar e do descobrir. “É através das brincadeiras, atividade mais nobre da infância, que a criança irá se conhecer e terá a oportunidade de se constituir socialmente. É também a partir da espontaneidade do brincar que a criança poderá expressar as diferentes impressões vivenciadas em seu contexto familiar e social”, considera ela.

As outras duas turmas ficam sob a responsabilidade da professora Rita Cecília Silva. O projeto Toy Story trabalha com aproximadamente 140 crianças e a pretensão é levar o projeto a todas as turmas do Cmei.

Segundo as educadoras, aproveitando temas de época como o Carnaval, Dia da Mulher e Dia do Índio, por exemplo, as crianças são incentivadas a colocar a mão na massa com tintas, papel, tesoura e cola, entre outros materiais. O resultado é a produção de brinquedos utilizados pelos próprios alunos, em atividades que muitas vezes inserem a música e a expressão corporal associada à expressão plástica. Entre as brincadeiras tradicionais praticadas estão dobraduras, recortes e colagens, vivências com cores, banho de ducha em movimento, palavra cantada, peteca, corda, bambolê, roda, bola, bola de gude, dança das cadeiras e ainda a contação de histórias dramatizadas e musicalizadas.

A confecção de brinquedos não estruturados com reaproveitamento de materiais como garrafas pet, cartelas de ovos, rolos de papel higiênico e embalagens diversas, passa noções de sustentabilidade aos pequenos, como o tempo de decomposição dos materiais na natureza e a importância de manter os ambientes limpos, colocando o lixo em seu devido lugar. A atividade de molhar as plantas é feita com regadores produzidos a partir de embalagens de amaciante.

Festa das Crianças

No dia 11 de outubro, nos períodos da manhã e da tarde, será realizada pelo Cmei a Festa das Crianças, na Associação de Moradores da Arse 132, que fica ao lado da unidade educacional. Neste evento, que terá a participação dos pais dos alunos, serão apresentadas as cartinhas desenhadas produzidas pelos pequenos, que serão entregues aos responsáveis durante uma aula show. Haverá projeção de slides com imagens das atividades realizadas na escola, contação de histórias e brincadeiras tradicionais.

Na sequência, ainda sem data definida, será realizada no Cmei a oficina de brinquedos não estruturados aberta a toda a comunidade.