Operação Travessia prende mais duas pessoas no Maranhão

Em continuidade à operação policial que prendeu traficantes na região do Bico do Papagaio, a Polícia Civil, por meio da 2ª Delegacia de Polícia de Araguatins, com o apoio da Delegacia Especializada em Investigações Criminais – DEIC Araguatins e da Superintendência de Narcóticos de Imperatriz – MA prenderam na manhã deste domingo,02, Tatiane Borges Menezes e Elizeu David Sousa. O casal gerenciava o tráfico de drogas e mantinham relações com os demais traficantes presos na quarta fase da Operação Travessia.

De acordo com o delegado Enio Walcacer, com estas duas prisões, foram cumpridos todos os 19 mandados e os 13 de busca e apreensão nesta fase da operação que ganhou este nome uma vez que os envolvidos utilizavam os rios Araguaia e Tocantins na tríplice fronteira entre os estados do Maranhão, Pará e Tocantins. A droga vinha de Goiás e chegando na região era distribuída e comercializada. “Neste domingo conseguimos prender o casal que vivia com um alto padrão de consumo oriundo do tráfico”, afirmou.

Ainda de acordo com o delegado, na residência foi encontrado uma quantidade de crack. O delegado informou também que Elizeu já havia cumprido pena por homicídio e Tatiane é reincidente no crime de tráfico, tendo pena de seis anos de prisão em aberto.

Participaram desta fase da operação, 50 policiais civis, sendo 10 delegados e 40 agentes e escrivães das regionais de Araguatins com o apoio da Delegacia Especializada em Investigações Criminais – DEIC de Araguatins, Grupo de Operações Táticas Especiais – GOTE, Delegacia de Polícia de Tocantinópolis e de Ananás, todos na região Extremo-Norte do Estado. A operação está sendo coordenada pela 2ª Delegacia de Polícia de Araguatins, sob o comando do delegado titular Enio Walcacer.

Saiba Mais

A Operação Travessia, que durou cerca de quatro meses foi fruto de um trabalho especializado e conjunto de toda a equipe da 2ª DPC de Araguatins, em parceria com a Diretoria de Inteligência da Secretaria da Segurança Pública – SSP e um trabalho minucioso de investigação, levantamento e cruzamento de informações lançando mão das mais modernas tecnologias à disposição da Polícia Civil do Tocantins, somado ao trabalho de investigação de campo empreendido pelos agentes lotados naquela 2ª Delegacia de Polícia de Araguatins.

Wherbert Araújo, Palmas