No Tocantins, fraudes bancárias representam mais de 60% dos crimes cibernéticos

Mais de 60% dos crimes cibernéticos no Tocantins estão envolvidos em furto mediante fraudes e estelionato bancário. Os dados são da Delegacia Especializada em Crimes Cibernéticos.

Segundo a delegada Milena Santana, estelionato bancário são os casos mais constantes. “Diariamente chega para nós relatos de contas que foram invadidas, pois o furto de contas bancárias são os mais comuns, é um problema que tem causado prejuízo muito grande principalmente para as instituições bancárias, porque na maioria dos casos ela que ressarce as vítimas”.

A delegada esclarece como as denúncias no ambiente virtual podem ser feitas. “Para começar uma investigação é necessário ter os dados da pessoa através de números telefônicos e perfis de redes sociais, portanto é importante que a vítima preserve as evidências o máximo que puder”, esclarece.

Segundo o Gerente de Tecnologia da Sim Internet, Danilo Silva, ações simples podem evitar esse tipo de ataque. “Para evitar os ataques cibernéticos é sempre bom ter os sistemas operacionais atualizados, antivírus pagos, como também não abrir e-mails que podem ser indesejáveis, hoje, 95% das pessoas que tiveram esse tipo de problema abriram esse tipo de  e-mail e a máquina foi infectada”, explica. ( AFNotícias )