Natura anuncia a compra da Avon

Com aquisição, grupo afirma que será o 4º maior no setor de beleza do mundo; juntas, empresas têm valor estimado em US$ 11 bilhões, cerca de R$ 48,8 bilhões

A Naturaempresa fabricante de cosméticos, anunciou nesta quarta-feira, 22, a aquisição da Avon em uma operação de troca de ações. De acordo com a companhia, a operação cria o quarto maior grupo exclusivo de beleza do mundo.

A partir da transação, será criada uma nova holding brasileira, Natura Holding. Os atuais acionistas da Natura ficarão com 76% da nova companhia, enquanto os atuais detentores da Avon terão os demais cerca de 24%.

No negócio, o valor da Avon é estimado em 3,7 bilhões de dólares (aproximadamente 14 bilhões de reais), e o da nova companhia combinada em 11 bilhões de dólares (48,4 bilhões de reais). Os papéis da Natura Holding serão listados na B3, a bolsa brasileira, e terão certificados de ações (ADRs) negociados na bolsa de valores de Nova York (NYSE).

Em comunicado, a Natura disse que com a aquisição da Avon, o grupo conta agora com 6,3 milhões de Representantes e Consultoras, presença geográfica global, com 3,2 mil lojas. “Com a Avon, a Natura &Co terá faturamento bruto anual superior a 10 bilhões de dólares, mais de 40 mil colaboradores e presença em cem países”, afirma a companhia.

A Natura afirma ainda que a transação permanece “sujeita às condições finais habituais, incluindo a aprovação tanto pelos acionistas da Natura quanto da Avon, assim como das autoridades antitruste do Brasil e outras jurisdições”. A conclusão da operação é esperada para o início de 2020.

O presidente do conselho da Avon, Chan Galbato, afirma que “o Conselho da Avon está confiante que a Natura será uma parceira poderosa para a marca, ao mesmo tempo em que oferece mais escala, operações e oportunidades ampliadas para colaboradores e Representantes, além de tremendo potencial de ganho para acionistas de ambas as empresas”. (Vj)