iPhone mais do que dobrou de preço no Brasil desde 2008, mostra estudo

Levantamento leva em conta o preço dos celulares, o índice de inflação e poder de compra do consumidor

Um levantamento produzido pela empresa de monitoramento de crédito Self Lender mostra que o preço do iPhone mais do que dobrou desde que o aparelho chegou ao Brasil, em outubro de 2008. Isso porque a alta no valor dos aparelhos foi superior aos índices calculados de inflação e também ao aumento do poder de compra da população nos últimos

De acordo com o estudo, o iPhone 3G custava 684 dólares no País em conversão direta do real em 2008. Na época, o valor era o equivalente a 5,14% do Produto Interno Bruto Per Capita (PPP).

Em 2018, o aparelho iPhone XS chegou ao País custando a partir de R$ 7.300. Em conversão direta, o valor seria próximo de 1.846 dólares. Na mesma proporção analisada no caso anterior, o percentual sobe para 11,67%, alta de 127% entre 2008 e 2018.

O site ainda traz os valores que deveriam ser praticados para manter o preço do smartphone da Apple ao equivalente ao que custava quando desembarcou em terras brasileiras. Pelos cálculos, o celular que hoje é vendido a partir de R$ 7.300 no e-commerce da Apple deveria ser comercializado por 828 dólares, cerca de R$ 3.105.

Vale destacar que apesar do preço do iPhone no Brasil ser um dos maiores do planeta, ele não é o que mais pesa no bolso do consumidor em relação ao PPP. Nas Filipinas, por exemplo, o custo do celular representa uma fatia de 14,56% do índice.

Por Rodrigo Loureiro