Guaraí: Moradores reclamam do perigo de animais soltos nas ruas

Animais andam ao lado dos pedestres nas ruas de Guaraí — Foto: Divulgação/Defensoria

Animais andam ao lado dos pedestres nas ruas de Guaraí — Foto: Divulgação/Defensoria

Os moradores de Guaraí, município a 177 km de Palmas, estão preocupados e incomodados com a quantidade de animais espalhados pela cidade. São bois, vacas e cavalos abandonados que acabam colocando a população em risco. Segundo os moradores, no ultimo mês de setembro foi registrado um acidente entre um motociclista e um animal.

Fotos dos moradores mostram pessoas e animais dividindo espaços nas áreas públicas da cidade. A autônoma Naiara Cristina Martins disse que os animais andam a cidade, inclusive na rua de uma creche. Ela precisou cercar a casa para impedir a entrada dos animais no quintal. “As vacas bravas correm atrás das pessoas na rua, entram no quintal e comem as plantações. É uma situação difícil”, reclamou.

Por causa da gravidade, o caso foi levado à Defensoria Pública por meio de uma ação civil pública (ACP) nesta quarta-feira, 7, pedindo que a prefeitura tome providências e resolva a situação. Além de ser um risco, os bichos soltos também vão contra os códigos sanitário e de postura municipal.

A Defensoria acredita que “o abandono dos animais causa um ambiente insalubre, propiciando criadouros de vetores transmissores de doenças” e requer que seja imposto ao município de Guaraí a obrigação de fiscalizar e retirar os animais que estiverem em situação irregular na zona urbana da cidade.

A prefeitura de Guaraí informou que os moradores das chácaras localizadas no perímetro urbano da cidade soltam os animais durante a noite para que eles possam se alimentar em lotes baldios. Disse também que está providenciando um local para alojar esses animais que estão sendo recolhidos e que pelo menos 10 cavalos já foram retirados das ruas esse ano. Eles foram devolvidos aos proprietários, após o pagamento de multa, ou doados. (g1)