Dorinha evita pontos polêmicos em nota, mas garante que não há reunião marcada para discutir filiação de Carlesse

Em nota, a presidente regional do DEM, deputada federal Dorinha Seabra Rezende, disse que não há reunião marcada da executiva nacional do partido para discutir a filiação do governador Mauro Carlesse (PHS).

Conforme fonte ouvida pelo portal Cleber Toledo, Dorinha teria até esta segunda-feira, 20, para decidir se abre mão do comando da legenda no Estado para entregá-la a Carlesse, condição que ele teria colocado para se filiar à sigla.

Conforme a fonte, haveria um acordo de rodízio de comando do DEM, pelo qual Dorinha ficaria dois anos na presidência e o deputado federal Carlos Gaguim outros dois.

Na nota, Dorinha não faz nenhum referência a esses pontos específicos, apenas diz estar “certa que o Democratas está caminhando para um excelente momento no Estado”.

A parlamentar lembrou que já havia se pronunciado sobre apoiar Carlesse a se filiar ao DEM e que, inclusive, “foi a primeira pessoa a fazer o convite” ao governador. ““Conversei com o governador em diversos momentos, fiz interlocução com o presidente nacional do partido, ACM Neto, sempre reforçando que a vinda dele para o DEM é excelente para o partido e para o Tocantins. Houve o processo eleitoral, um momento de reorganização política e estamos na expectativa que o convite se concretize”, disse.

A nota ressalta que, por estar no partido há 24 anos, Dorinha “tem credibilidade nos processos de tomada de decisões”.

Confira a íntegra da nota:

“Sobre o partido Democratas no Tocantins, a deputada Dorinha destaca que com o novo cenário nacional da legenda, que hoje comanda a Casa Civil, a Presidência do Senado e a Presidência da Câmara, o Ministério da Saúde e o Ministério da Agricultura, o partido tem crescido nacionalmente com impactos diretos no Tocantins.

A deputada se reuniu ontem [sexta-feira, 17] com prefeitos, vereadores, filiados e apoiadores. Há outras reuniões marcadas para a próxima semana. “Temos recebido novas filiações de prefeitos, vereadores e novos líderes, inclusive prefeitos das maiores cidades. Há um amplo diálogo acontecendo internamente e temos perspectivas de ampliação do trabalho em todo o estado neste ano”.

A respeito da filiação do governador ao Democratas, Dorinha já havia se pronunciado em outro momento sobre apoiá-lo na decisão e afirma que, inclusive, foi a primeira pessoa a fazer o convite.

“Conversei com o governador em diversos momentos, fiz interlocução com o presidente nacional do partido, ACM Neto, sempre reforçando que a vinda dele para o DEM é excelente para o partido e para o Tocantins. Houve o processo eleitoral, um momento de reorganização política e estamos na expectativa que o convite se concretize. Ainda não há reunião da executiva Nacional marcada, mas estou certa que o Democratas está caminhando para um excelente momento no estado”.

Vale destacar que Dorinha por estar no partido há 24 anos tem credibilidade nos processos de tomada de decisões. Em março foi eleita coordenadora da bancada feminina na Câmara, que reúne as parlamentares de todos os partidos em torno de pautas comuns, reforçando seu perfil conciliador no partido”.

Com informações CT