Crise na Venezuela: prédio do Parlamento é fechado por alerta de bomba

Este é o segundo alerta da semana em um prédio da Assembleia Nacional da Venezuela, controlada por opositores ao regime de Nicolás Maduro

Caracas — O prédio administrativo do Parlamento da Venezuela foi fechado nesta quinta-feira depois de ser recebido um novo alerta de bomba contra o Poder Legislativo, cuja sede também fora fechada no início da semana em razão de um suposto artefato explosivo.

Na última terça-feira, 14 de maio, a Assembleia Nacional da Venezuela, que é controlada pela oposição ao regime de Nicolás Maduro, foi fechada e cercada por forças policiais em razão de um suposto alerta de bomba.

Juan Guaidó, autodeclarado presidente interino e presidente do Parlamento, denunciou que a manobra seria uma tentativa de fechar a casa por parte de Maduro.

Os alertas para explosivos acontecem na semana em que a Assembleia Constituinte, que apoia Maduro, retirou a imunidade parlamentar de cinco deputados da Assembleia Nacional, que se reuniria naquela terça para debater o caso.

Por Redação, Exame e agências internacionais