Confiança do empresário sofre primeira queda do ano em Palmas

A pesquisa Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC) de abril revelou um recuo mensal de 0,6% na satisfação dos comerciantes de Palmas em relação ao cenário econômico, chegando a 133,7 pontos. A pesquisa é realizada mensalmente pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) em parceria com a Fecomércio Tocantins.

“A queda, apesar de pequena, é um sinal de alerta para o comércio, pois a perda de confiança influencia na tomada de decisão do empresário que pode, nos próximos meses, sentir a necessidade de desacelerar os investimentos. E isso é prejudicial para a economia de modo geral”, explica a assessora econômica da Fecomércio Tocantins, Fabiane Cappellesso.

Entre os itens analisados, o que trata da Situação Atual dos Estoques e o de Condições Atuais do Comércio apresentaram a maior variação mensal negativa: -2,4%. Esses componentes analisam, respectivamente, o nível dos estoques das empresas em adequado, abaixo do adequado ou acima do adequado; e se o setor do comércio está melhor ou pior na visão dos entrevistados.

Já entre os resultados positivos está o Nível de Investimento das Empresas, que cresceu 2,2% na passagem de março para abril, quando 64,5% dos entrevistados pretendiam investir mais em seus empreendimentos. Em relação à expectativa de contratação, 87,7% dos empresários afirmam que têm intenção de aumentar o número de funcionários.

ICEC

A metodologia adotada na ICEC parte de um conjunto de perguntas qualitativas referentes à economia, ao setor do comércio e às empresas, que tem como intuito antecipar os resultados das vendas do comércio varejista. Se o resultado fica abaixo de 100 pontos, significa que os participantes alimentam uma visão mais pessimista sobre os itens avaliados. Porém, se ultrapassa os 100 pontos, indica otimismo entre os empresários.

A ICEC de abril está disponível para download na íntegra no link: https://bit.ly/2H2H00p

(Ascom Fecomércio Tocantins, com informações da CNC)