Comida ultraprocessada pode causar mortes precoces, indicam pesquisas

Comidas ultraprocessadas como frituras, sorvetes, biscoitos e refeições congeladas aumentam o risco de infarto, ataques cardíacos e morte prematura, de acordo com dois novos estudos realizados por pesquisadores da França e da Espanha.

Em um dos estudos, cientistas da Universidade de Paris reuniram informações sobre a dieta de mais de 105 mil pessoas e fizeram um acompanhamento durante cinco anos. Quando a quantidade de alimentos ultraprocessados cresceu em 10% na dieta, o risco de infartos, ataques cardíacos e outros problemas cardiovasculares subiu 12%.

De acordo com os resultados, houve um aumento de 277 casos de doenças cardiovasculares por ano em cada 100 mil consumidores de alimentos ultraprocessados. “O público deveria evitar esse tipo de alimento o máximo possível. Nós precisamos voltar a ter dietas mais básicas”, afirmou Mathilde Touvier, pesquisadora do time francês.

Segundo Touvier, ainda não se sabe ao certo como os ultraprocessados prejudicam a saúde, mas uma hipótese é que eles geralmente diminuem o consumo de alimentos saudáveis, além do potencial nutritivo prejudicial de aditivos alimentares envolvidos na fabricação desses produtos.

Cuidado com alimentos congelados. Apesar de práticos, eles são ultraprocessados e podem trazer danos à saúde. (Foto: Pixabay)

CUIDADO COM ALIMENTOS CONGELADOS. APESAR DE PRÁTICOS, ELES SÃO ULTRAPROCESSADOS E PODEM TRAZER DANOS À SAÚDE. (FOTO: PIXABAY)

No segundo estudo, uma equipe de pesquisadores da Universidade de Navarra, na cidade espanhola de Pamplona, monitorou os hábitos alimentares de cerca de 20 mil estudantes formados, entre 1999 a 2014. Aqueles que comiam alimentos ultraprocessados mais de quatro vezes ao dia tinham 62% mais chances de morrer do que aqueles que comiam menos de duas porções por dia.

Por cada porção adicionada, os riscos de morte cresceram em 18%. De acordo com os cientistas envolvidos no estudo espanhol, a taxa de morte cresceu conforme o aumento do consumo desses tipos de alimentos. (Galileu)