Câmara de Gurupi aprova proposta que cria CPI para investigar BRK Ambiental

A proposta de resolução de autoria da Mesa Diretora da Casa que cria a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) foi apresentada durante sessão do último dia 14 e aguardava apenas o parecer jurídico para ser discutida nas Comissões.

A pedido do vereador André Caixeta (PSB), presidente das Comissões temáticas da Câmara, a sessão foi suspensa por cerca de 10 minutos quando as comissões se reuniram para darem os pareceres do Projeto de Resolução (PR) que cria a CPI. Após ser aprovada nas comissões, a proposta foi colocada em pauta e aprovada por unanimidade na ordem do dia da sessão desta terça-feira, 21.

A CPI é um pedido feito por meio de requerimento do vereador Sargento Jenilson (PRTB), aprovado por unanimidade em abril passado. O objetivo é apurar denúncias de irregularidades na execução do contrato entre a prefeitura de Gurupi e a BRK Ambiental.  Conforme Jenilson o próximo passo “é montar o plano de trabalho que norteará a realização da CPI, cujos integrantes terão até 150 dias para apresentarem o relatório”.

A CPI será formada pelos vereadores Sargento Jenilson (PRTB), André Caixeta (PSB), Ataíde Leiteiro (PPS), César da Farmácia (DEM), Valdônio Rodrigues (PSB), Zezinho da Lafiche (PROS), Wendel Gomides (PDT).

Por Josy Donato-Ascom/CMG