Bolsonaro sobre imigrantes: “Não é qualquer um que entra em nossa casa”

O governo brasileiro informou à ONU que o país está se retirando do Pacto Global para a Migração

Após o Brasil se retirar do Pacto Global para a Migração, da Organização das Nações Unidas (ONU), o presidente Jair Bolsonaro adotou o discurso de soberania nacional para defender a decisão. Em uma imagem publicada no Twitter, Bolsonaro declarou que o País é soberano para aceitar ou não a entrada de migrantes e que “não é qualquer um que entra em nossa casa”.

“O Brasil é soberano para decidir se aceita ou não migrantes. Quem porventura vier para cá deverá estar sujeito às nossas leis regras e costumes, bem como deverá cantar nosso hino e respeitar nossa cultura”, diz a mensagem publicada pelo presidente. “Não é qualquer um que entra em nossa casa, nem será qualquer um que entrará no Brasil via pacto adotado por terceiros.”

O pacto foi assinado pelo ex-presidente Michel Temer em dezembro e aprovado por mais de 150 países. Negociado desde 2017, o documento era uma resposta internacional à crise que atinge diversos países por conta de um fluxo de migrantes e refugiados. O governo brasileiro informou nesta terça-feira, 8, oficialmente à ONU que o País está se retirando do pacto. (Estadão)