Aula-campo ajuda estudantes da Escola Alfredo Nasser em Porto Nacional na compreensão de conteúdos

Os estudantes aprenderam sobre perímetro e medidas de comprimento

Estudantes do 5° ano do ensino fundamental da Escola Estadual Alfredo Nasser, em Porto Nacional, participaram de uma aula-campo interdisciplinar na manhã desta sexta-feira, 17.

Os estudantes estudaram matemática, português e ciências na teoria e na prática, por meio de visita a uma fazenda

Os estudantes estudaram matemática, português e ciências na teoria e na prática, por meio de visita a uma fazenda – Priscila Xavier de Souza

Os 28 estudantes, acompanhados de duas professoras e do coordenador pedagógico, visitaram uma fazenda onde é produzida rapadura artesanal. A propriedade é de Maria das Mercês, avó de uma das estudantes.

O objetivo foi mostrar aos alunos que os conteúdos fazem parte do cotidiano deles, utilizando as disciplinas aprendidas na teoria, em sala de aula, e na prática. Em Matemática, foram trabalhados perímetro e área, medidas de comprimento e medidas de massa; e em Língua Portuguesa, o gênero textual relatório. Em ciências foram abordadas as transformações químicas com a matéria prima cana de açúcar para chegar ao produto final, que é a rapadura, por meio da combustão. Já em Geografia, estudaram a agricultura e a comercialização de insumos e produtos locais.

Ana Paula Amorim, professora de Língua Portuguesa, Redação e Ciências, avalia o crescimento dos estudantes com atividades fora da sala de aula. “Essas aulas práticas têm feito com que eles pesquisem, coloquem suas ideias para fora, de forma escrita e oral. É uma melhora na linguagem e timidez”, destacou.

Priscila Xavier, professora de Matemática e Geografia, explicou como se deu o desenvolvimento das atividades. “Estudamos perímetros e medidas de comprimento, de forma que os estudantes percebam a matemática no cotidiano deles”, pontuou.

Os estudantes aprenderam sobre perímetro e medidas de comprimento

Os estudantes aprenderam sobre perímetro e medidas de comprimento – Priscila Xavier de Souza

A aluna Alessandra Alves Rezende gostou da ideia de estudar Matemática fora da sala de aula. “Foi um dia de aprender mais sobre a Matemática, que está em todo lugar”.

Já o coordenador pedagógico, Raimundo Nonato, falou sobre a importância da aula- campo para melhor aprendizagem. “A aula-campo permite a formação e compreensão integral, de modo que o estudante não apenas aprenda conceitos, mas também que saiba aplicá-los no dia a dia. Por exemplo, a prática desenvolvida em matemática como fizemos hoje”, finalizou.

Guilherme Gandara, Palmas