Amastha afirma que Comando da PM barrou encontro com militares em Araguatins; veja vídeo

O candidato lamenta uso político das forças de segurança do Estado e garante que, como governador, vai respeitar a independência da corporação, independentemente de posições políticas

Em vídeo, o candidato a governador do Tocantins Carlos Amastha (PSB) criticou, nesta sexta-feira, 14 de setembro, a intervenção de parte do comando da Polícia Militar que pediu para a Associação dos Praças Militares do Bico do Papagaio cancelar uma reunião que teria com ele em Araguatins.

“Infelizmente, o comando interferiu e pediu para cancelar a reunião. Muito triste. Garanto aos senhores que eu, como governador, isso acaba. Vocês tem que ser respeitados sempre, independentes das opções politicas. A nossa Polícia Militar não é um instrumento politico. É o maior instrumento que a gente tem para garantir a segurança do povo tocantinense”, destacou Amastha, ao se dirigir às pessoas que não puderam se reunir com ele.

O candidato esteve em extensa agenda no Norte do Estado nesta sexta-feira. Neste sábado, 15, Amastha terá uma extensa agenda no Bico do papagaio (Extremo-Norte do Estado), com reuniões em São Miguel, Sitio Novo, Axixá, Augustinópolis, Buriti e Esperantina

Veja o vídeo na íntegra do depoimento de Amastha

Com informações da Assessoria